domingo, 20 de dezembro de 2009

É uma escada em caracol e que não tem corrimão .

Vai a caminho do Sol ,

mas nunca passa do chão.

Os degraus, quanto mais altos, mais estragados estão.

Nem sustos nem sobressaltos, servem sequer de lição.

Quem tem medo não a sobe. Quem tem sonhos também não.

Há quem chegue a deitar fora o lastro do coração.

Sobe-se numa corrida. Correm-se p'rigos em vão.

Adivinhaste ...

É a vida ,

A escada sem corrimão.!


David Mourão-Ferreira

6 comentários:

Dulce Braga disse...

A escada da vida a caminho do sol...sem sonhos...ahhh não...não é a minha com certeza!!

Flip disse...

Dulce,
:-) uma escada agreste esta, antes a tua sim, cheia de belos sonhos
:-)

Luísa disse...

Dulce e Flip, não confundam sonhos com esperança. Uma escada destas - «é a vida!» - só a sobe quem tem muitas esperanças no degrau que segue, mesmo que nenhumas ilusões no degrau do topo. :-)

Flip disse...

Luísa,
uma escada realista, sempre dura de 'subir', que enfrentamos todos os dias. haja coragem!
:-)

Dulce Braga disse...

Com licença Flip.
Luísa,
Sonhos não são esperanças e ilusões? Mesmo que não haja esperança no degrau que se segue o sonho e a esperança de realizá-lo alguns degraus à frente nos ajudam a subir os mais duros e mais próximos.

Flip disse...

Dulce,
vejo que não desligas do sonho, importante sonhar, através dele a esperança desvanece-se e suscita a sua inclusão na realidade, percebo-te querida sonhadora, continua pois a sonhar, eu sonho contigo :-)
a Luisinha também sonha :-) Sonhamos todos nesta escada e temos esperança em continuar a sonhar, porque o sonho comanda a vida :-)
beijinhos